Redes sociais.

12571392_10205632556400207_883107999_n

  Tema muito actual e aparentemente eterno. As redes sociais vieram para ficar. Acho que como tudo na vida tem o seu lado bom e o seu lado mau. Mais uma vez como tudo na vida, o importante será utilizar com peso e medida.
Há barreiras que não devemos quebrar, nomeadamente deixar estas plataformas controlarem a nossa vida. Ninguém é mensurável nem pelo número de likes, nem pelo número de amigos, nem pela foto da “roupa do dia”. Ah e muito menos pela fotografia da comida do almoço. Tu tens um perfil numa rede social, não és um perfil de uma rede social.
As pessoas são mais do que aquilo que partilham. Na verdade, o que partilham é verdadeiramente insignificante. É muito fácil mascarar um estado de espírito depressivo numa imagem sorridente, maquilhada e filtrada.
Além do mais, o tempo passado a escrutinar publicações incontáveis no nosso mural não é recuperável. Não que isso seja inédito, já que passamos grande parte da nossa vida à espera e nem sabemos.
Resumindo, tudo óptimo em usar as redes sociais. Desde que não sejamos engolidos, substituídos e obcecados por elas. Pelos menos é a minha opinião e é aquilo que eu tento manter em mente.
Quando sinto que estou a cismar com algo, fácil, desligo-me da rede.

Com Amor,

A Rapariga (in)Comum

Anúncios

Um pensamento sobre “Redes sociais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s